Com a pandemia, muitas lojas físicas tiveram que se adaptar para entrar no mercado online e assim conseguirem se manter ativas. Mas, para se organizar bem nas vendas físicas e on-line, é obrigatório ter uma boa gestão de estoque. 

Um dos conceitos principais utilizados nos processos de armazenamento é o termo SKU, fundamental no processo de logística, pois facilita a gestão e o controle do estoque. 

Mas, o que é SKU?

SKU é a sigla dada para Stock Keeping Unit, que significa Unidade de Manutenção de Estoque. O SKU confere a cada item do estoque um código de identificação, tornando mais fácil a análise, o controle e o fluxo de produtos vendidos.

Sua criação deve ser feita seguindo uma lógica, para que a equipe possa entender o código, que na maioria das vezes é composto por informações como fabricante ou marca do produto, descrição, tamanho e cor. 

Com o uso do SKU fica mais simples identificar cada produto diferente no estoque, além de possibilitar o acompanhamento da trajetória do produto dentro do estoque.

SKU no e-Commerce

Para o e-commerce, o SKU se refere ao código de cada produto cadastrado na loja virtual da empresa ou marca, de forma a otimizar a gestão das vendas on-line. Assim, quando um produto é vendido, pode-se facilmente fazer a identificação do mesmo no estoque e garantir que a unidade correta seja enviada.

Portanto, usar o SKU no e-commerce traz diversas vantagens como maior controle de estoque, pois o controle físico se torna maior, além da quantidade disponível no estoque de cada produto. A logística se torna mais eficiente, trazendo maior facilidade na hora de encontrar o produto no estoque, e facilita na identificação de produtos com variações.

O código SKU foi criado para facilitar a logística. Os profissionais que trabalham na linha de frente do armazém, sabem dos desafios de manter estoques organizados. Luis Guilherme De-Stefani, diretor geral do armazém SHL Fulfillment, em São Paulo, comenta: “Administrar o estoque via SKUs e através de um sistema WMS que permita isso torna a gestão logística muito mais profissional e assertiva, pois com este controle é possível saber exatamente a posição do produto no estoque, evitando erros de separação ou de falta de produtos, reduzindo atrasos na expedição e ainda, mantém um registro de toda a jornada do produto no armazém, oferecendo ao e-commerce uma análise muito mais profunda a respeito do giro de cada produto, entre outras vantagens”.

Resumidamente: o setor de logística se torna muito mais rápido, produtivo e eficiente com o uso de um sistema WMS e do controle do estoque via SKU. Com isso, os consumidores finais sentem mais confiança na loja, fazendo com que o nível de fidelidade aumente e o negócio, consequentemente, se expanda de forma totalmente organizada.

Vantagens de utilizar o SKU

Como já citado acima, o SKU garante maior gestão e controle do estoque tanto para as vendas físicas como para as virtuais. E além disso, traz diversas outras vantagens para as empresas que utilizam esse sistema.

Organização: Ao utilizar o SKU, pode-se organizar o estoque de acordo com as características dos produtos, facilitando na localização e melhorando a logística.

Comunicação: com os códigos, ocorre uma maior facilidade na comunicação entre os setores de venda e de estoque e na integração entre e-commerce e lojas virtuais.

Controle de estoque: Por ser um código diferente para cada produto, o fluxo do estoque se torna mais controlado. Afinal, cada SKU irá indicar a localização correta do produto de acordo com a organização do estoque.

A importância do SKU

Utilizar o SKU traz uma melhor logística e gestão do estoque para o e-commerce e para vendas na loja física, impactando não só no funcionamento da empresa como também na satisfação dos clientes. Afinal, um maior controle de estoque garante que os clientes sempre tenham produtos à disposição e também que a empresa saiba quando há necessidade de reposição. 

Luis Guilherme, da SHL Fulfillment, finaliza: “administrar a gestão do estoque via SKU confere não só uma organização ímpar da logística, mas também uma estratégia de negócio para quem quer se destacar no e-Commerce. Para aqueles que acreditam não ter conhecimento ou ferramentas necessárias para realizar este controle, existe a possibilidade de contratar empresas de logística terceirizada, como a SHL Fulfillment, que funcionam como armazém compartilhado entre e-commerces, e já conta com a administração via SKU, desde o início da operação logística”.